Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Governo paulista estuda forma de baixar o pedágio

O governo paulista estuda formas de baixar o valor do pedágio nos 12 trechos de estradas concedidos à iniciativa privada. O diretor-geral da Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp), Ulysses Carraro, afirmou que o órgão participa de reuniões com representantes das concessionárias de rodovias e dos transportadores rodoviários do Grupo Paritário de Trabalho (GPT) para discutir a questão. Formado há um mês, o grupo está apenas iniciando as discussões, conforme o diretor. "O papel do governo é garantir que o benefício seja estendido a todos", disse Carraro.Segundo ele, o movimento de tráfego nas estradas paulistas chegou a ficar no ano passado 25% abaixo das previsões dealgumas concessionárias, o que as levou a concordar com debates sobre as maneiras de se baratear a cobrança. "A Artesp tem feito revisões periódicas nos contratos de concessão", afirmou. "Os aumentos de impostos como ISS e Cofins, por exemplo, representam 9% de aumento de custos para as empresas no último ano, mas não foram repassados para ospedágios", explicou.Carraro informou que a próxima fase do programa paulista de concessões deverá incluir uma revisão dos contratos a cadacinco anos. Está prevista a concessão de cinco lotes das estradas Ayrton Senna-Carvalho Pinto; D.Pedro I; Raposo Tavares; e dois trech s da Marechal Rondon. O governo paulista não definiu prazo para lançar os editais.

Agencia Estado,

08 de julho de 2004 | 17h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.