Governo paulista recorre ao Supremo

O governo do Estado de São Paulo tenta, no Supremo Tribunal Federal, suspender uma ordem que bloqueou R$ 650 mil dos cofres públicos para o pagamento de um precatório. A Procuradoria-Geral do Estado pediu que antiga decisão do STF fosse estendida ao caso. Se aceito, o pedido fará com que ações desse tipo tenham de esperar o STF julgar o mérito da questão em plenário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.