Governo quer reduzir índice de homicídios em 50% em 4 anos

Na suíça, Tarso Genro afirma que meta do país é atingir os mesmos níveis de homicídios do Chile

Jamil Chade, de O Estado de S. Paulo,

11 de setembro de 2008 | 17h34

O governo tem a meta de reduzir pela metade os índices de homicídios nas grandes cidades brasileiras nos próximos quatro anos. Segundo o ministro da Justiça, Tarso Genro, uma série de medidas estão sendo implementadas para que isso possa acontecer. "Queremos ter os mesmos níveis de homicídios do Chile", explicou o ministro, que está em Genebra nesta quinta-feira, 11, para apresentar o Programa Nacional de Segurança Pública com Cidadania (Pronasci) a mais de cem países.   "Hoje, as grandes cidades brasileiras apresentam uma taxa de 35 a 40 mortes por 100 mil habitantes. No Chile, essa taxa é de no máximo 15. Temos como fazer isso. Mas se trata de um projeto de médio prazo", afirmou Tarso.   Para 2008, o governo já usou mais de R$ 800 milhões para implementar 94 programas que servirão para lidar com a situação. Os projetos incluem tanto o treinamento pago de policiais como assistência comunidades e uma série de medidas de educação e saúde.   Leia a matéria completa na edição de sexta-feira, 12, de O Estado de S. Paulo

Tudo o que sabemos sobre:
PronasciTarso Genrotaxa de homicídio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.