GPS doidão

Dentre as inúmeras maluquices que ganharam algum destaque no noticiário da semana, uma revelação de Bob Dylan em seu programa de rádio transmitido pela BBC chamou, particularmente, a atenção: "Estou em conversações com algumas companhias automobilísticas para ser a voz dos seus sistemas de GPS." O que é louco nisso não é nem o destino comercial reservado a um dos maiores ícones da contracultura dos anos 60. O problema, no caso, não é tanto do artista ou de sua obra. A questão é a seguinte: você compraria um carro dotado de navegador por satélite com a voz de um lunático te mandando dobrar ora à direita, ora à esquerda, sempre transmitindo aquela sensação de que estamos todos completamente perdidos desde Woodstock? Deve ser brincadeira do Bob, só pode ser! Cá pra nós, o negócio anunciado é tão improvável quanto a possibilidade de uma versão em português na voz de Eduardo Suplicy. Já pensou? DNA NO NOME Apareceu um novo suposto filho biológico de Michael Jackson na fila do exame de DNA dos tribunais de Los Angeles. Prince Michael Malachi Jet Jackson levou 24 anos pra se dar conta de por que lhe deram esse nome. Tecla SAP A prefeitura do Rio decidiu demolir a passarela do obelisco de Ipanema. Para o paulistano que não sabe o que isso significa para a autoestima carioca, eu explico: imagina se, amanhã, o Kassab decidir implodir a estátua do Borba Gato! É um pouco menos. Papo de gestão Esclarecimento: modelo que o prefeito Márcio Lacerda clonou de Aécio Neves não é loura, como corre à boca pequena nos barzinhos de Belo Horizonte. E não se fala mais nisso, OK? Pra ver se aprende! O PSDB devia ter despachado o senador Álvaro Dias para o outro lado do mundo neste fim de semana. Parece que a oposição está bombando no Japão! No bolso A torcida do Corinthians não tem nada contra o reajuste reivindicado por Ronaldo Fenômeno para 2010. Desde que o aumento não seja na barriga, pra Fiel tá ótimo! Ex-onerado José Sarney tem bons motivos para insistir na exoneração de Henrique Dias Bernardes do quadro de funcionários do Senado. O cara não é nem mais namorado de sua neta, caramba! Marolinhas gigantes A situação da gripe suína no momento é muito parecida com a da crise econômica. A gente não sabe ao certo se está passando ou só começando. Convém não relaxar. Gozar, então, nem pensar!

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.