Granada é encontrada em telhado de banco em Ribeirão

Funcionários que faziam a manutenção do telhado de uma agência do Itaú na tarde desta sexta-feira, 5, encontraram uma granada sobre as telhas. O explosivo estava sem o pino de segurança e havia risco de explosão. Os operários chamaram a polícia, que foi ao local e interditou a área, sem determinar o fechamento do banco, que manteve o expediente normal durante toda a tarde.Segundo o tenente Marco Aurélio Teles, da PM, o explosivo é de uso exclusivo das forças armadas e a polícia ainda não sabe como ele foi parar no local. Da janela, um vizinho sempre via o artefato, mas não sabia que se tratava de uma granada.Devido ao risco, foram chamados policiais especializados explosivos, que retiraram a granada usando um balde com areia e uma corda. O artefato foi colocado no estacionamento do banco e explodido pelos policiais, que antes isolaram o local e interditaram todo o quarteirão do banco. A polícia vai investigar a origem da granada que, aparentemente, estava no local há algum tempo.

Agencia Estado,

05 de janeiro de 2007 | 20h24

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.