Granada explode dentro de carro e mutila pernas de PM

Artefato estava no veículo do policial, em Bento Ribeiro, subúrbio do Rio de Janeiro, na hora do acidente

Solange Spigliatti, Central de Notícias

02 de outubro de 2009 | 15h57

Um policial militar ficou ferido após a explosão de uma granada na madrugada desta sexta-feira, 2, dentro de seu próprio carro, em Bento Ribeiro, no subúrbio do Rio, segundo a assessoria da Polícia Militar. O sargento Roni Lessa, de 40 anos, da Delegacia de Repressão a Armas e Explosivos (Drae), estava dentro de sua picape blindada, na Rua Mirinduba, quando o artefato explodiu.

 

Lessa foi atingido nas pernas e levado para o Hospital Salgado Filho, onde está internado em estado grave, mas sem risco de morte, segundo a PM. Pode haver a necessidade de amputação das pernas. A polícia vai investigar o que teria causado a detonação da granada e como ela foi parar dentro do veículo.

Tudo o que sabemos sobre:
granadaPMRioacidentepolícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.