Granada explode em frente a delegacia em São Paulo

No início da madrugada deste sábado, uma granada foi lançada em frente ao 47.º Distrito Policial, localizado na Estrada de Itapecerica, no Capão Redondo, na zona sul da capital paulista. Segundo policiais militares da 3.ª Companhia do 1º Batalhão e civis da equipe do plantão policial noturno da delegacia, o artefato foi jogado por dois homens que estavam em uma moto de grande porte, possivelmente modelo XL. Como os dois ocupantes da moto estavam de capacetes, não foi possível identificados. Nem mesmo a cor ou placa da moto foram anotadas pelas testemunhas. A granada explodiu no estacionamento da delegacia, quebrando um dos vidros de um carro e abrindo um buraco em um dos muros do pátio. O delegado Alfredo Pinto de Souza ainda não tem pistas sobre a dupla. Junto com a granada foi encontrado também uma faixa, feita de pano branco, onde estava escrito, em spray vermelho, a sigla "PCC 1533", que caracteriza as iniciais da facção criminosa Primeiro Comando da Capital. Será registrado um boletim de ocorrência de explosão seguida de danos para averiguação. O Distrito Policial do Capão Redondo possui uma carceragem com cinco celas com capacidade para abrigar no máximo 40 presos, mas há no momento pelo menos 170 homens. Nenhum policial ficou ferido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.