Granada explode em frente à Polinter no RJ

Uma granada explodiu na madrugada de hoje em frente ao prédio da carceragem da Polinter, na zona portuária do Rio de Janeiro. Os estilhaços atingiram um veículo utilizado para o transporte de presos que teve os vidros e pneus destruídos. Ninguém ficou ferido.Segundo testemunhas, por volta de 1 hora de hoje, dois homens em uma moto pararam em frente ao estacionamento da Polinter e atiraram o artefato. Técnicos do esquadrão antibomba informaram que se tratava de uma granada defensiva. No prédio da Polinter estão quatro delegacias especializadas e uma carceragem, que abriga mais de 700 presos. Este é o segundo ataque com granadas ao local em três meses. Em dezembro, uma granada foi atirada de cima de um viaduto. Também não houve feridos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.