Granada mata uma mulher e fere três crianças no Rio

A explosão de uma granada matou a dona-de-casa Ruth Pires, de 66 anos, e feriu três crianças, na Rua Clara Borges, em Mariápolis, na Baixada Fluminense, ontem de manhã. O explosivo, de uso exclusivo das Forças Armadas, foi detonado quando o garoto Elias Matheus da Silva, de 9 anos, brincava com dois amigos, Iuri da Silva Santos, de 6 anos, e Danilo da Silva Resende, de 10, no quintal da casa de Ruth. Elias e Iuri foram levados para o Hospital Carlos Chagas, onde foram operados. Eles não correm risco de vida. As crianças encontraram a granada dentro de uma carrocinha de cachorro-quente fora de uso abandonada no local. Além da granada, havia dois papelotes de cocaína e R$ 300 na carrocinha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.