Brendo Soares
Brendo Soares

Gravação de falso assalto no Paraná termina com youtubers na delegacia

Em uma das cenas, um dos jovens utilizava um revólver de brinquedo para simular o assalto

Julio Cesar Lima, especial para o Estado

30 Novembro 2017 | 10h24

 CURITIBA -  Uma paródia em protesto contra o alto preço da gasolina virou caso de polícia em Rolândia, no interior do Paraná. 

O youtuber Brendo Soares, 22, e mais dois amigos, Otávio Adriano Oliveira de Souza, 22 e Bruno Goulart Mendes de Souza, 20, foram levados pela Polícia Militar quando gravavam um falso assalto para o canal do jovem na rede social.  

A gravação, que acontecia no Jardim Cidade Verde, um bairro considerado perigoso na cidade, chamou a atenção dos moradores do local, que acionaram a polícia. Em uma das cenas, um dos jovens utilizava um revólver de brinquedo para simular o assalto. 

+++ Polícia e Forças Armadas fazem operação em comunidades do Rio

"Resolvemos simular o roubo de um tanque de motocicleta, uma Honda Hornet F600, minha, como forma de protestar contra o preço da gasolina aqui em Rolândia (de até R$ 4,20), mas não imaginávamos que aconteceria tudo isso", disse Brendo. 

+++ MP cumpre mandados de prisão contra desvio de verbas da saúde no interior paulista

"O pessoal achou que estávamos roubando a moto, mas felizmente explicamos tudo aos policiais e mostramos que havia um engano, poderíamos ter avisado antes sobre o que faríamos, mas a gente não imaginava essa reação", comentou o rapaz. Na delegacia, ele e os amigos assinaram um Termo Circunstanciado e foram liberados em seguida. 

Durante a ação, a moto de Brendo foi levada ao Detran local por estar com irregularidades, mas o jovem deve retirá-la nesta quinta-feira, 30. 

Apesar do incidente, Brendo diz que continuará as gravações para seu canal. "Tenho umas dez postagens e vamos continuar", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.