Grávida é libertada em Diadema

Após quatro horas de negociações, o Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) invadiu, pela janela, o apartamento, em Diadema, onde um homem mantinha reféns a própria mulher, grávida de nove meses, e a filha de cinco anos. Ninguém ficou ferido na ação e o homem, identificado como Gildo, já está preso na Delegacia Seccional de Diadema. Segundo vizinhos, Gildo é emocionalmente abalado, tem distúrbios psicológicos e afirmava estar sendo perseguido. De acordo com as primeiras informações, a mulher e a filha passam bem e foram encaminhadas para o Hospital Municipal de Diadema em um carro do resgate do corpo de bombeiros.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.