Grávida é morta durante tiroteio no Rio

Vanessa Montenegro da Silva, de 20 anos, grávida de 8 meses, morreu ao ser atingida por uma bala perdida durante confronto entre policiais militares e traficantes do Complexo do Alemão, na zona norte. Segundo a polícia, os PMs estavam subindo a favela, pela manhã, para verificar uma denúncia sobre a utilização de um barraco como depósito de armas. Duas pessoas suspeitas estavam sendo conduzidas pelos policiais quando, ainda no morro, foram surpreendidos por um comboio de traficantes que os encurralaram. Houve troca de tiros.Três testemunhas disseram na delegacia que a mulher foi aconselhada a não sair da loja de produtos evangélicos, onde todos se escondiam. Segundo elas, Vanessa estava nervosa e correu em meio ao tiroteio, sendo baleada. Os policiais do 16º Batalhão (Olaria) reforçaram o patrulhamento nas imediações do morro, em Ramos. De acordo com os médicos, Vanessa já chegou morta ao Hospital Getúlio Vargas. Ela levou um tiro nas costas e a bala saiu pelo abdome.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.