Grávida morre após buscar atendimento em 4 hospitais no Rio

Uma adolescente de 17 anos, grávida de nove meses, morreu na segunda-feira, 29, após procurar atendimento em quatro hospitais públicos em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, no Rio. Segundo informações do Jornal Hoje, da Rede Globo, Joana Gomes de Almeida começou a passar mal no domingo e foi levada por parentes para o Hospital de Xerém, em Caxias.Segundo parentes, não havia anestesistas na unidade. A jovem foi levada, então, para o Hospital Municipal de Caxias, no Centro do município. Joana preferiu não ficar no local, devido às más condições de atendimento.A adolescente então foi transferida para a Clínica Pró-Matre, no Centro do Rio. Os parentes alegam que Joana não foi atendida. Com ajuda de outros pacientes que estavam na unidade, a garota foi levada de táxi para o Hospital do Andaraí, onde chegou às 17h de segunda-feira. O bebê já estava morto e Joana morreu horas depois.Em nota, a Secretaria municipal de Saúde de Duque de Caxias informou que Joana foi atendida na maternidade de Xerém, mas não estava em trabalho de parto. Já a Pró-Matre informou que a adolescente disse que estava com cólicas, foi medicada e liberada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.