Greve acaba em Congonhas, Tom Jobim e mais 2 aeroportos

Os aeroportuários decidiram na manhãdesta quarta-feira aceitar proposta feita pela Infraero eencerrar a greve nos aeroportos de Congonhas, na capitalpaulista; Tom Jobim, no Rio de Janeiro; Goiânia e Porto Alegre,segundo o Sindicato Nacional dos Aeroportuários (Sina). A categoria realiza, ainda na manhá desta quarta,assembléias em todo o país para decidir se encerra ou não aparalisação, iniciada à 0h desta quarta. O sindicato pedia aumento salarial de 6 por cento, umasérie de benefícios adicionais e uma nova administração naInfraero, empresa estatal responsável pelos aeroportos no país. A greve ocorreu em 12 dos 67 aeroportos administrados pelaestatal e não chegou a causar transtornos aos passageiros. (Reportagem de Eduardo Simões; Edição de Alberto AlerigiJr.)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.