Greve afeta centro de Porto Alegre

Com transporte coletivo parado, lojas, bancos e escritórios deixaram de abrir; no interior do RS, manifestantes bloqueiam rodovias

Elder Ogliari - O Estado de S. Paulo

11 de julho de 2013 | 10h35

PORTO ALEGRE – A greve convocada pelas centrais sindicais paralisou quase todas as atividades econômicas do centro de Porto Alegre, nesta quinta-feira, 11. Como o transporte coletivo deixou de funcionar, trabalhadores das lojas, bancos e escritórios não conseguiram chegar até a região.

 

No calçadão da Rua dos Andradas, o mais movimentado da cidade, apenas poucas lojas e farmácias abriram. O movimento deve mudar mais tarde, quando estão previstas manifestações de sindicatos no Largo Glênio Peres, ao lado da Prefeitura.

 

No interior do Estado houve bloqueio de rodovias em Caxias do Sul, São Borja, Rio Grande e Passo Fundo. Na região metropolitana de Porto Alegre manifestações interromperam o tráfego pela BR-116 em Canoas e Sapucaia do Sul entre as 7 horas e as 9 horas.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
protestosPorto Alegre

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.