Greve de metroviários deixa 110 mil sem transporte em BH

O Metrô de Belo Horizonte permanece parado na manhã desta quinta-feira por causa da greve dos funcionários iniciada ontem. O impasse será discutido em reunião marcada para o fim da manhã no Ministério Público do Trabalho com representantes da categoria e da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU). A maior possibilidade é que seja acordada a escala mínima de funcionamento nas estações da capital e Contagem. Por causa da paralisação, cerca de 110 mil usuários estão sem transporte. Os metroviários se queixam do descumprimento da CBTU do acordo firmado com a categoria que previa aumento salarial de R$ 105 e reajuste no vale-refeição. A CBTU argumenta que o aumento estava vinculado à aprovação do Ministério do Planejamento, o que não ocorreu. Os trabalhadores farão assembléia logo mais, às 16 horas, para avaliar o movimento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.