Greve de metroviários na grande Belo Horizonte

Cerca de cem mil pessoas estão sem metrô na região metropolitana de Belo Horizonte. Os metroviários aderiram à campanha nacional da categoria por melhores condições salariais e decretaram paralisação de advertência por 24 horas. Os trens não saíram das estações de BH e de Contagem a partir da meia noite. Segundo o Sindicato dos Metroviários de BH, Betim e Contagem, a greve é uma tentativa de pressionar a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) a negociar as reivindicações da categoria. Eles querem aumento do piso para três salários mínimos, melhorias nos planos de saúde e reajuste do valor do tíquete-refeição, cujo valor é de R$ 10. A promessa é de que amanhã a situação voltará ao normal, mas se não houver avanços nas negociações com a CBTU outras paralisações poderão ocorrer.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.