Greve de motoristas de ônibus continua em Guarulhos

A falta de um acordo durante a audiência de conciliação ocorrida ontem, no Tribunal Regoinal do Trabalho levou motoristas e cobradores de Guarulhos, na Grande São Paulo, a votarem, na assembléia e ontem à noite, pela continuidade por tempo indeterminado da greve em que já se encontram há três dias.Segundo o sindicato da categoria, durante a audiência de concilianção, foi apresentada uma proposta de aumento real de 8%, igual índice de aumento no valor dos vales refeição, além da garantia de estabilidade de 90 dias. Os trabalhores, porém, perderiam o direito ao horário de almoço remunerado, o que os levou à rejeição da proposta e decisão pela manutenção da greve. Ainda não foi marcada uma nova reunião com representantes patronais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.