Greve de ônibus deixa SP com 136 km de trânsito

Os acessos à região central de São Paulo continuam muito complicados em função do protesto dos motoristas e cobradores de ônibus da capital paulista. O último levantamento da Companhia de Engenharia de Trânsito (CET), feito às 10 horas, indica que a cidade tem 136 quilômetros de congestionamentos, quatro quilômetros a mais do que o registrado às 9h30.O rodízio de veículos foi suspenso e as faixas exclusivas de ônibus estão liberadas para os automóveis. Apenas os corredores segregados - como a Nove de Julho e a Paes de Barros - continuam sendo exclusivos para os ônibus. As zonas azuis também não foram liberadas pela CET.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.