Greve de ônibus prejudica passageiros em SP

Os cerca de 950 funcionários, entre motoristas e cobradores, da Viação Serra Negra, antiga Viação Jaraguá, estão de braços cruzados em protesto contra o não pagamento do salário para parte do quadro de trabalhadores da empresa de ônibus, que atende a bairros como Jaraguá, Brasilândia, Morro Grande, Parada de Taipas, Jardim Elisa Maria e Jardim Damasceno, nas zonas norte e noroeste da capital paulista. Funcionários da empresa, que possui 240 ônibus e opera 19 linhas, estão reunidos com integrantes do Sindicato da categoria em frente à garagem da viação, na Rua Andresa, no Jaraguá, e ainda não há previsão para que o transporte de passageiros por ônibus seja normalizado na região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.