Greve de servidores de Campinas completa um mês

A greve de servidores de Campinas completou nesta quinta-feira um mês após várias tentativas fracassadas de negociação. A prefeita Izalene Tiene (PT) disse que a paralisação perdeu a força porque deixou de ter como objetivo a reivindicação de direitos trabalhistas para se transformar em movimento político. De acordo com a prefeita, apenas 10% dos funcionários públicos permaneciam parados nesta quinta.

Agencia Estado,

12 Junho 2003 | 19h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.