Greve do metrô a partir da zero hora

O Sindicato dos Metroviários de São Paulo confirmou, neste domingo à noite, que os funcionários do Metrô entram em greve a partir da zero hora desta segunda-feira. A paralisação deverá prejudicar, pelo menos, 2,5 milhões de pessoas.Os metroviários reivindicam reajuste salarial de 7,74%, além de 4,14% de produtividade e 7,86% de reposição da inflação, referente ao período de 1999 e 2000.Os dirigentes do sindicato aguardaram até as 19h30 deste domingo uma contraproposta do Metrô. Como ela não foi feita, os metroviários mantiveram a decisão da assembléia da última quinta-feira e optaram pela paralisação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.