Greve dos caminhoneiros ainda não começou

A greve dos caminhoneiros, programada para ter início na manhã de hoje, ainda não começou. Esta é a informação da Polícia Rodoviária Federal, que fez uma balanço das principais rodovias federais que cortam o Estado de São Paulo. Nem nas proximidades de Paulínia, a maior refinaria de petróleo do País, há paralisação. Os caminhoneiros reivindicam o não-pagamento de pedágio, que segundo eles havia sido acordado com o governo em 1999.O movimento União Caminhoneiro informou, na manhã de hoje, que o movimento de greve existe e já ocorre em alguns pontos como Ribeirão Preto, Porto Ferreira e Campinas. No interior paulista, a greve ainda não foi confirmada. O porto de Santos deverá ter uma paralisação hoje de 24 horas, por conta dos estivadores, que alegam que os dissídios da categoria de 99 e 98 não foram cumpridos integralmente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.