Greve na "Tribuna do Ceará"

Jornalistas e gráficos do jornal "Tribuna do Ceará" estão parados pela segunda vez este ano. Hoje, o terceiro maior diário cearense não circulou e nem irá circular amanhã. Por falta de pagamento, os funcionários entraram em greve . Em conversa com o editor de redação do jornal, Moraes Neto, o dono da "Tribuna´, José Afonso Sancho, ameaçou pedir a falência da empresa. Na última sexta-feira, a "Tribuna do Ceará" havia até inaugurado um novo projeto gráfico, mas, na terça-feira, dia de pagamento, os funcionários não receberam nada e decidiram parar novamente. A primeira greve durou mais de 40 dias. Os funcionários cobram 11 meses de salários e benefícios atrasados desde 1998.

Agencia Estado,

21 de março de 2001 | 21h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.