Grupo atingido por barragem fará marcha em Cuiabá

Um grupo de cerca de 350 integrantes do Movimento dos Atingidos por Barragens, acampado desde ontem à noite na frente da Assembléia Legislativa de Mato Grosso, deverá marchar, no início da tarde, até a ponte Ministro Sérgio Motta, entre Cuiabá a Várzea Grande, que será inaugurada às 16 horas pelo presidente Fernando Henrique Cardoso.O grupo faz parte das cerca de mil famílias retiradas do entorno da barragem da hidrelétrica de Manso, construída por Furnas em Mato Grosso, que foram colocadas, segundo os trabalhadores, em área imprópria para a prática da agricultura. Segundo eles, apenas um terço do grupo recebeu indenização.Eles estão desde a semana passada em Cuiabá, onde inicialmente acamparam na frente do Palácio do governo local, mas foram expulsos. O desembarque de Fernando Henrique no aeroporto de Várzea Grande está previsto para as 15h40 de hoje.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.