Grupo com coletes da PF assalta ônibus

Um grupo de 40 sacoleiros que se dirigia à Foz do Iguaçu, no Paraná, foi seqüestrado e assaltado, quando saía em um ônibus clandestino de um ponto próximo ao Terminal Rodoviário do Tietê, na zona norte da capital paulista.Cerca de oito homens vestidos com coletes da Polícia Federal e em dois carros Blazer - um dos veículos equipado com giroflex - renderam o motorista e o obrigaram a levar o ônibus até um galpão na favela do Parque Novo Mundo.Nesta terça-feira, às 20h, eles fecharam o ônibus com uma das Blazer e, apontando uma espingarda calibre 12 e mostrando as carteiras de policiais, forçaram a parada. No caminho para a favela, duas motos escoltaram o veículo.Ao chegarem em um galpão, os bandidos, que usavam armamento pesado e rádio de comunicação, prenderam as vítimas num salão escuro por duas horas, agrediram o motorista com coronhadas e roubaram tudo o que havia dentro do ônibus.O motorista, que não quis identificar-se, calcula que tenham sido roubados cerca de R$ 100 mil. Somente um passageiro, de acordo com ele, levava US$ 15 mil. "Apanhei muito. Eles queriam que eu falasse onde estava o dinheiro."O ônibus foi todo revirado pelos assaltantes, que levantaram até os bancos para ver se encontravam dinheiro. Ao mesmo tempo, faziam ameaças àqueles que estivessem escondendo valores ou tentassem chamar a polícia.Os sacoleiros não registraram queixa e seguiram para Foz do Iguaçu. É a segunda vez que o grupo que promove esse tipo de viagem é assaltado em São Paulo."No primeiro roubo, há alguns meses, eles trouxeram até granadas para dentro do ônibus. Esses bandidos conhecem a gente e até me chamavam pelo nome", disse o motorista.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.