Grupo de senhoras furtava em shopping

Uma delas, de 54 anos, foi identificada

Carmen Pompeu, O Estadao de S.Paulo

05 de junho de 2008 | 00h00

A polícia cearense tenta identificar as outras quatro mulheres integrantes da quadrilha que praticou diversos furtos em lojas de Fortaleza. De acordo com testemunhas, em diversas ações elas foram vistas chegando aos locais em um mesmo táxi. A polícia suspeitar da conivência de um taxista. Uma das vítimas do grupo, que pediu para não ser identificada, reconheceu Sônia Maria Barbosa, de 54 anos, como uma das mulheres que levaram a bolsa dela com dinheiro, cartões e documentos. Ela disse que foi furtada quando comprava uma sandália numa loja de um shopping na Aldeota. A vítima contou que pensou ter esquecido a bolsa na loja. Ao procurar a ajuda dos seguranças, ouviu deles que haviam visto uma das senhoras conversando com ela, enquanto outras três, que estavam atrás, levaram a bolsa. Nas imagens que estão com a polícia, também está registrado um furto praticado dentro da capela do shopping. O inspetor Ely Miranda não tem dúvida da participação de Sônia no grupo. "Ela viu as imagens e falou: ?E essa é eu??. Mas o próprio advogado dela a reconheceu nas imagens", disse Miranda."Por causa da idade e ao fato de estarem bem arrumadas, elas não levantavam qualquer suspeita", comentou o inspetor.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.