Grupo faz protesto contra racismo

Um grupo de 40 pessoas realizou neste sábado um protesto no Carrefour do Osasco, onde o técnico em eletrônica Januário Santana foi agredido no dia 7. Santana, que é negro, estava em seu carro modelo EcoSport quando seguranças o atacaram, achando que ele havia roubado o veículo. Os manifestantes fazem parte do grupo contra o racismo Frente 3 de Fevereiro. Vários carros estacionaram no pátio, trazendo faixas contra o hipermercado..

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.