Grupo gay cita Marx contra "opressão conservadora"

Depois de utilizarem figuras de super-heróis como Batman e Robin, Flash e Super-Homem em campanhas contra o preconceito aos homossexuais, o Grupo Gay da Bahia (GGB) parodiou a famosa exortação final do Manifesto Comunista, que ficou: "Homossexuais do mundo inteiro, uni-vos".A frase foi impressa nos mais de 50 mil panfletos que o GGB começou a distribuir nesta quarta-feira na capital baiana, com o objetivo de estimular gays, lésbicas e travestis para "defender seu desejo, cultura, estilo de vida, direitos e liberdade". Segundo Marcelo Cerqueira, presidente do GGB, a entidade decidiu convocar a união dos homossexuais em reação a uma suposta "onda de conservadorismo" que estaria se espalhando pelas esferas de decisão no Brasil, as câmaras municipais, assembléias legislativas, "púlpitos e praças públicas". Para Cerqueira, somente a união dos gays pode enfrentar "a opressão conservadora do fundamentalismo".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.