Grupo mata homem e fere mulher grávida de 7 meses no RJ

Em seu sétimo mês de gravidez, Luciene da Silva Cruz, de 33 anos, dormia ao lado do marido, Carlos Alexandre de Souza, de 27, conhecido como Dico, quando um grupo de homens encapuzados invadiu a residência do casal, na madrugada desta quinta-feira, 28, e disparou vários tiros contra eles. Dico morreu na hora.O crime aconteceu por volta das 4 horas na Favela das Pedrinhas, em Santa Cruz, bairro da zona oeste do Rio que apresenta altos índices de violência. Policiais do 27.º Batalhão da PM foram chamados e estiveram no local. O caso é investigado pela 36.ª Delegacia Policial.Luciene foi levada para o Hospital Estadual Pedro 2.º, em Santa Cruz, e submetida a uma cesariana. A Secretaria Estadual de Saúde informou que o bebê, um menino, nasceu com 1,780 quilo e está na Unidade de Tratamento Intensivo do hospital. Luciene foi baleada no pescoço, no ombro e no cotovelo direitos, mas, segundo a secretaria, passa bem.Os assassinos fugiram do local atirando para o alto. De acordo com relatos de moradores, eles seriam traficantes da Favela Antares, também em Santa Cruz. Por meio da Secretaria de Segurança Pública, o delegado Marco Antonio Castro informou não ter ainda pistas dos autores nem da motivação do crime. Ele negou que um segundo corpo tenha sido encontrado carbonizado no local do homicídio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.