Grupo português quer construir cidade turística no Rio

O governo do Estado do Rio de Janeiro e o grupo empresarial português Grão Pará estão negociando a construção de uma cidade turística, projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer, no Rio. "O projeto original da cidade turística, concebido por Niemeyer para nós em 1968, deveria ter sido construído em Portugal, na região do Algarve?, disse Abel Pinheiro, administrador do grupo Grão Pará. "Mas uma legislação adotada na época, que impedia as construções na costa marítima vicentina, não permitiu sua viabilização." O grupo Grão Pará, voltado para os setores da hotelaria e construção civil, é integrado por sete empresas. O faturamento da holding portuguesa, em 2002, foi de cerca de 20 milhões de dólares. Segundo Abel Pinheiro, este ano os lucros da empresa permanecerão neste mesmo valor.A governadora do Rio de Janeiro, Rosinha Garotinho conheceu o projeto, durante uma visita oficial a Portugal, no início de outubro. Segundo Abel Pinheiro, Rosinha Garotinho ficou impressionada com o projeto de Niemeyer e demonstrou um grande interesse na implementação da cidade turística."Nós temos um representante no Rio de Janeiro que já iniciou as conversações e minha mãe - Fernanda Pires da Silva - embarca no início de novembro para o Brasil com o objetivo de adiantar as negociações", disse o empresário.Abel Pinheiro explicou que o governo estadual entraria com os terrenos e o grupo Grão Pará com o projeto, que já está sendo adaptado no ateliê de Oscar Niemeyer."Este projeto, que tem parceiros de grande idoneidade, associado ao nome do grande arquiteto brasileiro deverá atrair muitos investidores e parceiros internacionais", acredita o empresário.A cidade turística deverá ser construída na zona de Restinga da Marambaia, onde o governo fluminense possui terrenos. "Vamos precisar de cerca de 350 a 400 hectares de área para a construção da cidade, que deverá possuir praias também", adiantou Abel Pinheiro."A governadora Rosinha Garotinho compreendeu a grandiosidade deste projeto, que foi desenvolvido para criar uma cidade turística ecológica, podendo ser um grande atrativo para o Rio", disse. A cidade turística prevê a construção de hotéis, apartamentos de veraneio, restaurantes, lojas e todas as infra-estruturas de uma cidade "normal"."Oscar Niemeyer teve o cuidado de conceber um espaço ecológico, isso ainda na década de 60. Esta é a única cidade turística projetada por ele", disse Abel Pinheiro.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.