Grupo protesta contra prisão de líderes do movimento grevista no Rio

Manifestantes protestam contra a prisão de líderes da paralisação e cobram aumento do piso salarial

Clarissa Tomé, do estadão.com.br,

12 Fevereiro 2012 | 12h40

SÃO PAULO - Cerca de 400 pessoas estão reunidas neste domingo, 12, na praia de Copacabana, na Avenida Atlântica, na zona sul do Rio de Janeiro, em uma manifestação em apoio a greve das policias Civil, Militar e Corpo de Bombeiros.

Os manifestantes protestam contra a prisão de líderes do movimento grevista em Bangu I e cobram aumento do piso salarial para R$ 3.500 e vale transporte de R$ 350.

Agora há pouco, o grupo expulsou uma equipe da TV Globo do local por criticar a cobertura da rede sobre o movimento grevista. Foram arremessadas garrafas de água contra os jornalistas.

A categoria marcou uma assembleia para às 18 horas de segunda-feira, 13, para decidir os rumos da greve.

Mais conteúdo sobre:
manifestaçãoPM do Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.