Grupo rouba cerca de R$ 500 mil em equipamentos da UFF

Quatro homens armados e encapuzados assaltaram, na madrugada de hoje, o prédio do Instituto de Artes e Comunicação Social (IACS) da Universidade Federal Fluminense (UFF), em Niterói, no Grande Rio. Eles deram coronhadas no vigilante, o encapuzaram e algemaram a um dos bebedouros do primeiro andar. Após cinco horas o grupo fugiu de carro levando equipamentos avaliados em R$ 500 mil. Foram roubadas seis câmeras de vídeo digitais, dois laptops, dois data shows, uma mesa de áudio para edição, seis aparelhos de DVD, seis televisores de 29 polegadas e quatro aparelhos de som, informou o superintendente da UFF, Mario Ronconi. O Instituto não tem sistema de vigilância por câmeras, mas o superintendente assegurou que a segurança será reforçada. Hoje as aulas foram suspensas. Há um mês a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e a Faculdade Unicarioca também foram assaltadas. Na primeira, no dia 9 de janeiro, um homem armado dominou um grupo de alunos, professores e funcionários por 15 minutos, na faculdade de Administração de Empresas, na Praia Vermelha, zona sul do Rio. O assaltante conseguiu fugiu com relógios, celulares e dinheiro, sem chamar a atenção dos vigilantes. Revoltado com a facilidade com que o bandido entrou e saiu da universidade, o coordenador do curso de Administração de Empresas, José Luiz Carvalho, suspendeu os cursos de verão e anunciou seu pedido de exoneração. Quatro dias depois, a faculdade Unicarioca, no Rio Comprido, zona norte, também foi assaltada. Alunos, professores e funcionários foram roubados por dois homens que se faziam passar por estudantes. Os bandidos levaram jóias, dinheiro e aparelhos celulares e fugiram em direção ao Morro do Turano, próximo à faculdade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.