Grupo sem-teto negocia com PM e abandona ocupação em SP

Um grupo integrado por mais de 180 famílias moradoras da favela de Heliópolis, ocupou, pouco depois das 21h30 da noite desta sexta-feira, um terreno no bairro do Sacomã, Zona Sul da capital paulista. Policiais da 5ª Cia do 3º BPMM negociaram com a liderança e convenceram o grupo a deixar a área ocupada. O grupo decidiu sair, mas planeja ficar acampado em frente ao terreno até conseguir outra área para se instalar.O terreno invadido, entre as ruas Arroyo Grande e Santos Prado, pertence a uma empresa metalúrgica fechada há cerca de dois anos. Segundo líderes do grupo, eles já ocuparam outras áreas na mesma região, como uma parte da Cohab Heliópolis, na divisa entre os municípios de São Paulo e São Caetano do Sul. Daquela vez, entretanto, os ocupantes foram expulsos pela Guarda Civil Metropolitana daquele município do ABC paulista.Afirmando que não têm qualquer relação com os grupos sem-teto que invadiram edifícios no centro da capital e o terreno pertencente à Volkswagem em São Bernardo do Campo, os líderes do grupo alegam que foram orientados por policiais civis lotados no 95º DP-Heliópolis a procurar outro local para se instalar, pois haveria vários prédios e áreas abandonadas na região, em decorrência das inúmeras empresas que ali faliram ou encerraram atividades.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.