Guarda Civil se muda para a área na segunda-feira

O secretário de Coordenação das Subprefeituras, Andrea Matarazzo, garantiu que, em 30 dias, as empresas vão assinar os contratos que estabelecem as regras para a instalação na região. Ele disse que a parte mais emperrada do processo são as demolições. Para ele, as ações de limpeza, fechamento de estabelecimentos clandestinos e encaminhamentos dos dependentes para a saúde, já estão mudando a cara da Cracolândia. Na segunda-feira, por exemplo, a sede da Guarda Civil Metropolitana se muda para a Rua General Couto de Magalhães, com 300 pessoas que serão instaladas em um prédio de 6 andares totalmente reformado.

O Estadao de S.Paulo

07 Agosto 2008 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.