Guarda costeira procura africanos no litoral de SP

A Guarda Costeira continua as buscas no litoral Sul de São Paulo para tentar encontrar dois africanos que teriam se jogado de um navio em alto mar. Eles viajavam clandestinamente com outros quatro homens numa embarcação que vinha da Nigéria. Os quatro estão internados em Santos se recuperando de desidratação e têm entre 23 e 33 anos. Na sexta-feira, os quatro foram resgatados pela Polícia Portuária de Santos. Dois deles estavam no mar e dois se abraçaram ao leme de uma embarcação. O comandante do navio prestou depoimento por duas horas e disse que não sabia da presença de clandestinos no navio.Segundo o Bom Dia SP, da TV Globo, A Polícia Federal vai esperar os quatro africanos internados terem alta para ouvir a versão deles. A PF quer saber também quem é o responsável pela presença dos clandestinos no navio e quem mandou que eles pulassem no mar. No último ano, 29 pessoas foram presas em Santos por chegarem clandestinamente no País. Em setembro passado, cinco africanos morreram asfixiados dentro de uma embarcação. Os quatro africanos internados em Santos poderão ser repatriados ou pedir asilo político e tentar ficar no Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.