Guarda mata comerciante em discussão de trânsito

O guarda municipal Jorge Rodrigues da Costa, de 43 anos, é acusado pelo assassinato do comerciante Abdiel Pereira da Cunha, de 34 anos, durante uma discussão de trânsito, no bairro da Lapa, zona Oeste da capital paulista. Por volta das 21h30, na rua Joaquim Machado, o comerciante, que trabalha no ramo de gesso, estava dentro de uma Kombi com dois ajudantes, e sem querer, quase atropela o guarda municipal que atravessava a rua ao lado da esposa. Os três colegas seguiam para o Shopping Lapa, onde realizariam um serviço em uma loja. Começou a discussão e Abdiel desceu do veículo após ser insultado pelo guarda. Jorge sacou um revólver e, ao perceber que o comerciante iria ligar para a polícia, atirou contra o pescoço do rapaz, que morreu no local. O guarda e a esposa fugiram em um Gol branco deles, estacionado próximo ao local do crime. Testemunhas do homicídio ligaram para a polícia, descreveram o ocorrido e passaram as características do carro do guarda municipal, que acabou detido por policiais militares da 4ª Companhia do 4º Batalhão na avenida Raimundo Pereira de Magalhães, próximo ao Rodoanel, em Perus, zona Norte. Dentro do carro de Jorge foi encontrada a arma do crime. Ele nega ter assassinado o comerciante, mas foi detido no 7º Distrito Policial, da Lapa, e indiciado por homicídio doloso pelo delegado Celso Haoz Garcia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.