Guarda municipal é preso acusado de assassinato

O guarda municipal Anderson Antonio da Silva, de 32 anos, que atua na cidade de Guarulhos, na Grande São Paulo, foi preso, naquele município, às 21h30 de segunda-feira, após matar Márcio Vieira Porto, de 21 anos, dentro do "Bar da Lúcia", no bairro de Cidade Seródio. Os dois teriam se desentendido por causa de uma mulher.Márcio e seu irmão, Marcelo, de 26 anos, foram até o bar para comprar cigarros e resolveram tomar uma cerveja. Segundo o que foi informado à polícia, Anderson seguiu Márcio até o banheiro, onde teria ocorrido uma discussão. Na volta, o guarda sacou uma arma e disparou quatro vezes, atingindo um dos tiros na virilha do rapaz, que acabou morrendo. No momento em que entrava em seu carro para fugir, Anderson foi detido por policiais militares de uma base próxima ao bar. O guarda municipal alega legítima defesa durante uma luta corporal entre ele e a vítima, que teria se iniciado por causa de uma mulher, mas nenhuma testemunha confirmou a versão do acusado. O delegado Emerson Abad, do 7º Distrito Policial de Guarulhos, indiciou Anderson por homicídio doloso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.