Guardas municipais fazem greve em Guarulhos

Os cerca de 500 guardas municipais de Guarulhos, na Grande São Paulo, estão em greve desde à zero hora desta quarta-feira. A categoria fez uma lista com 31 reivindicações e a entregará hoje ao prefeito Elói Alfredo Pietá (PT) e ao secretário para Assuntos de Segurança Pública, Geraldo Jânio Vendramini.Na pauta de reivindicações, o primeiro item é a exoneração da comandante e diretora da Guarda, Mônica Mazzola. Outro dos 31 itens da lista de reivindicações é a melhoria nas condições de trabalho. A gota d´água foi o assassinato, no último domingo, do guarda Elias Francisco, de 39 anos.Elias foi morto a tiros num parque onde fica o Posto da Estação de Tratamento de Água, em Cumbica, por três homens, ainda não identificados, que invadiram o local, atiram nele e roubaram sua arma. Os guardas lamentam não ter havido uma homenagem ao guarda nem decreto de luto na corporação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.