Guerra de traficantes deixa um morto no RJ

O gerente do tráfico, André de Araújo Costa, o Batgirl, foi morto a tiros na madrugada de hoje, depois que traficantes do Morro do Alemão, em Ramos, na zona Norte, invadiram a favela vizinha, o Morro do Adeus. De acordo com policiais militares do 22.º Batalhão (Benfica), comparsas de Batgirl tentaram socorrê-lo, mas ele morreu antes de chegar à Casa de Saúde de Bonsucesso.O corpo do traficante, cujo apelido não foi explicado pela polícia, foi abandonado na mala de um carro na Avenida dos Democráticos, em frente à clínica particular. Araújo Costa era gerente de pontos de venda de drogas do Morro do Adeus. Hoje, a situação está tranqüila nos dois morros, mas o comércio no Morro do Adeus permanece fechado. A polícia não ocupou a área.A briga pelo controle dos pontos de venda de drogas do Morro do Adeus se intensificou a partir de 11 de setembro, quando traficantes ligados à facção criminosa Amigo dos Amigos foram assassinados numa rebelião em Bangu 1, liderada por Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira Mar.Entre os mortos estavam o líder da quadrilha, Ernaldo Pinto de Medeiros, o Uê, e seus cunhados Carlos Alberto da Costa, o Robertinho do Adeus, e Wanderlei Soares, o Orelha. Os três comandavam o tráfico em parte do Complexo do Alemão, do qual o Adeus faz parte.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.