Guerra do tráfico deixa 11 mortos no Rio

Já são onze os mortos na guerra do tráfico no Rio entre a noite de quarta-feira e a madrugada de hoje. Na favela Três Pontes, em Santa Cruz, na zona Oeste, seis pessoas foram executadas por um grupo de sete homens que invadiu a comunidade por volta das 4 horas de hoje. Pelo menos quatro teriam envolvimento com o tráfico. Já a evangélica Flor-de-Lis de Souza, de 30 anos, e Ademir da Silva Nunes, de 53, seriam inocentes. Na Maré, na zona Norte, cinco pessoas, que seriam traficantes, segundo a Polícia Militar, foram mortos num confronto entre bandidos e policiais do batalhão que funciona no complexo de favelas, no fim da noite de quarta-feira. Um dos mortos é um garoto de 14 anos que trabalharia no tráfico, conforme informou o comandante do batalhão, coronel Álvaro Rodrigues.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.