´Guerra nas ruas´ do Rio é destaque em jornal britânico

A disputa de poder entre traficantes de droga e grupos paramilitares no Rio de Janeiro ganhou destaque no jornal dominical The Observer, um dos principais da Grã-Bretanha. Em matéria de página dupla, o jornal titula: "Briga de poder incita guerra nas ruas da Cidade de Deus". O correspondente Tom Phillips percorre as ruas da favela carioca de Cidade Alta, onde o cineasta Fernando Meirelles filmou trechos do filme Cidade de Deus. "Até recentemente, Cidade Alta era mais conhecida pela violência ficcional (?) A favela é agora o centro de seu próprio drama - uma disputa explosiva de poder que pode marcar o início de um novo ciclo de violência", escreve o repórter. Na "linha de frente" desta violência, Phillips conta como o bairro, inicialmente dominado pela facção criminosa Comando Vermelho, foi depois tomado pela milícia dos Galáticos, e logo depois recuperado pelo tráfico de drogas. "Matérias na imprensa brasileira sugerem que o grupo vigilante está recrutando uma força maior para lançar uma segunda ofensiva em Cidade Alta", escreve. "Assim, enquanto os chefes de droga da favela silenciosamente armazenam armas para resistir ao segundo ataque paramilitar, os moradores permanecem dentro de casa, com medo." A reportagem observa que, apesar da escalada da violência, muitos políticos fluminenses têm oferecido apoio aos milicianos. O repórter não deixa passar a semelhança entre o ambiente violento das favelas e de guerras como a do Iraque. A ausência do Estado ocasiona comparações também com a Colômbia. O Observer afirma que a situação de Cidade Alta é semelhante às de 92 outras favelas que estariam nas mãos de grupos paramilitares. Nelas, "a contagem dos corpos aumenta enquanto paramilitares e traficantes lutam for supremacia".

Agencia Estado,

11 Fevereiro 2007 | 17h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.