Guindastes vão desvirar barco que tombou em Manaus

Bombeiros vão retomar buscas a possíveis vítimas do naufrágio da embarcação que virou no Rio Negro

Solange Spigliatti, Central de Notícias,

22 Julho 2009 | 10h03

Os bombeiros de Manaus, no Amazonas, aguardam a chegada de um guindaste que ajudará a desvirar o barco que tombou na tarde desta terça-feira, 21, para retomar as buscas a possíveis vítimas. O barco Karolina do Norte levava 185 pessoas a bordo e dois corpos de vítimas foram encontrados.

 

Veja também:

link Pressa para puxar barco pode ter causado naufrágio em Manaus 

 

Barco naufragou minutos após sair de Manaus, com 185 a bordo. Foto: Bruno Kelly/AmazonasPress

 

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, um dos dois guindastes já está no local, perto do porto de Manaus. A procura por corpos de vítimas que podem ter ficado presos na embarcação deve ter início no fim da manhã desta quarta, segundo os bombeiros.

 

Pelo menos 131 pessoas foram socorridas com ferimentos leves. Deste total, 12 foram encaminhadas para abrigos, segundo a Defesa Civil do município. O barco saiu do porto do Centro de Manaus com destino a Santarém, no Pará. Os corpos de uma menina de 10 anos e de uma senhora, de 71 anos, já foram encontrados.

 

De acordo com a Defesa Civil, logo após sair do porto, o barco teve problemas mecânicos no conjunto do leme e foi levado para porto das catraias, na zona sul de Manaus. A embarcação foi erguida para o conserto com todos os passageiros a bordo e acabou tombando.

Mais conteúdo sobre:
naufrágio Rio Negro naufrágio em Manaus

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.