''Haddad vai entrar para a História'', diz o ex-presidente

Em campanha nos bastidores para emplacar o ministro da Educação, Fernando Haddad, como candidato do PT à Prefeitura de São Paulo em 2012, o ex-presidente Lula fez elogios explícitos ao colega durante palestra no 52º Congresso Nacional UNE.

, O Estado de S.Paulo

15 Julho 2011 | 00h00

Lula afirmou que "Hadad vai entrar para História, como o ministro que mais fez para a educação e para os estudantes do Brasil". Apesar dos elogios e aplausos, Haddad evitou dar entrevistas. De acordo com petistas de Goiás, o ministro prefere evitar o tema diante da indefinição do PT sobre a candidatura.

Para o ex-presidente, a gestão de Haddad abriu oportunidades aos estudantes carentes e sem acesso às universidades com o Prouni. "Nós queríamos mais gente em salas de aula. Mas tem um tipo de gente que criticava, dizendo: ''esse tal de Lula dando bolsa de estudo pra pobre?"", provocou Lula, aplaudido de pé por mais de 2 mil estudantes.

Lula e Haddad se emocionaram com o depoimento de Vanessa Castilho, 32 anos, aluna de medicina na Uninove (SP), filha de um pedreiro e uma dona de casa. "Quem não se emociona com isso tem de ser diretor do BC (Banco Central), não trabalhar na Educação", disse Haddad.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.