Hanna Garib é exonerado do serviço municipal

A prefeita de São Paulo, Marta Suplicy (PT), publicou hoje no Diário Oficial do Município a exoneração do ex-vereador e deputado estadual cassado Hanna Garib, que era concursado como contador II na Prefeitura desde 1976. Na sexta-feira, Marta havia cessado a licença não-remunerada que Garib pediu em dezembro de 1999.A medida atende a parecer da Secretaria de Negócios Jurídicos e da assessoria jurídica do gabinete da prefeita. Pelo parecer, "o servidor incidiu em procedimento irregular de natureza grave, na medida em que seu comportamento viola o dever funcional de proceder pública e particularmente de forma a dignificar a função pública, além de ferir seu decoro, prejudicar a eficiência do serviço e causar dano à imagem da administração". O ex-vereador deveria ter voltado ao trabalho ontem na Administração Regional da Sé, a mesma em que é acusado de organizar um esquema de cobrança de propina e não apareceu. Pelo cargo na administração, ele recebia R$ 6.341,00. Assim, Hanna Garib, que estava providenciando sua aposentadoria na municipalidade paulistana, está fora do serviço público municipal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.