Helicóptero com fiscais do Ibama sofre acidente no Acre

Um helicóptero com cinco pessoas, três delas fiscais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) sofreu um acidente na manhã de quarta-feira quando monitorava queimadas e desmatamento em Sena Madureira, no Acre. O co-piloto cujo nome não foi divulgado fraturou a bacia e teve ferimentos graves. Um dos fiscais também se feriu com alguma gravidade, enquanto os outros ocupantes sofreram apenas escoriações leves. De acordo com o diretor de Proteção Ambiental do Ibama em Brasília, Flávio Mutiel, o rotor do helicóptero bateu num galho de árvore a um metro do solo quando tentava decolar. A aeronave adernou para o lado esquerdo e o co-piloto, um major do Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro, foi atingido pelo forte impacto. "Em sete mil horas de vôo nesse tipo de trabalho, este foi o primeiro incidente", explicou Mutiel. Ele disse que o helicóptero havia descido numa área acidentada por declives e cercada de árvores. "Uma manobra nessas circunstâncias é sempre arriscada, mas elas sempre foram feitas com muito sucesso".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.