Helicóptero da PM bate em pedra e explode no Espírito Santo

Seis pessoas morreram depois que um helicóptero da Polícia Militar do Espírito Santo caiu, por volta das 3h30 desta segunda-feira, 16, em Colatina, no norte do Estado. O acidente aconteceu quando a aeronave, que sobrevoava o distrito de Barbados (zona rural do município), explodiu ao colidir com uma pedra. Todos os corpos foram resgatados e eram encaminhados para o Instituto Médico Legal (IML) de Vitória. As vítimas são os médicos Eugênio Ferraz, Emanuel da Silva Vieira Júnior, Juliano Almeida do Valle; a paramédica e técnica em enfermagem Marly de Almeida Marcelino; o piloto Eduardo Ponzo Peres, investigador da Polícia Civil; e o co-piloto Álvaro Jorge Silva de Carvalho, capitão da PM do Estado de Sergipe. O helicóptero decolou de Vitória para Colatina, por volta das 23 horas de domingo, para buscar órgãos que seriam utilizados em transplantes na capital capixaba. A perícia continuava no local para identificar as causas do acidente. Texto alterado às 10h43 para acréscimo de informações.

Agencia Estado,

16 Abril 2007 | 08h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.