Helicóptero desaparece com duas pessoas a bordo

Aeronave comercial fazia o trecho entre Manaus e Lábrea, no sul do Amazonas

Adriana Fernandes, de O Estado de São paulo,

17 Janeiro 2010 | 17h21

Um avião bandeirantes e um helicóptero do segundo esquadrão do 10º Grupo de Aviação da Força Aérea Brasileira (FAB) decolaram no início da tarde de ontem, da base área de Campo Grande, numa missão de busca e resgate do helicóptero da táxi aéreo JVC. Com duas pessoas a bordo, o helicóptero Esquilo AS50 está desaparecido desde a última sexta feira (15) na região amazônica.

 

A aeronave comercial fazia o trecho entre Manaus e Lábrea, no sul do Amazonas. De acordo com a empresa, o piloto e um mecânico estavam a bordo. O helicóptero desaparecido decolou de Manaus por volta de 13h30m da sexta-feira. O último contato foi feito às 17h30m, quando a aeronave sobrevoava a região do município de Canutama. Chovia forte na região no momento em que o helicóptero desapareceu.

 

Segundo informou o Comando da Aeronáutica, em Brasília, as buscas só começaram ontem devido ao mal tempo na região. A busca tem que ser feita com contato visual. O segundo esquadrão é especializado em missões de busca e salvamento e tem sede no Mato Grosso do Sul.

 

A empresa também mobilizou uma equipe para ajudar nas buscas. O diretor Jorge Viana da JVC está sobrevoando a região com um helicóptero da empresa desde o início da manhã de ontem.

Mais conteúdo sobre:
helicóptero avião força aérea acidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.