Helicóptero do Exército cai e deixa um morto no Amazonas

Na hora da queda, uma tempestade atingia região; outras 4 pessoas que estavam na aeronave ficaram feridas

Tânia Monteiro, O Estado de S.Paulo

23 de junho de 2008 | 18h16

Um helicóptero Pantera pertencente ao 4.º Batalhão de Aviação do Exército, ligado ao Comando Militar da Amazônia (CMA), sediado em Manaus, caiu na tarde desta segunda-feira, 23, no lago de Tefé, a 516 quilômetros de Manaus. Na hora da queda, uma forte tempestade atingia a região. Dos cinco tripulantes que estavam no helicóptero morreu o capitão de artilharia Marco Aurélio da Silva Martins, de 31 anos.   Os outros quatro tripulantes do helicóptero militar foram resgatados e socorridos no Hospital Regional de Tefé. Nenhum deles teve ferimentos graves. O helicóptero retornava de Tabatinga, na fronteira com a Colômbia, onde estava prestando auxílio à vacinação de índios, no Vale do Javari.   Informações indicam que o helicóptero aterrissou na comunidade São Francisco, no município de Alvarães, para esperar por melhores condições de tempo. O helicóptero teria caído após tentar levantar vôo. Um dos moradores da comunidade ligou para uma rádio local em Tefé e provocou a ida de curiosos para o hospital.   Segundo informou a assessoria de imprensa do CMA, o piloto é natural do Rio, mas seus pais, que já foram comunicados sobre o acidente, residem atualmente em Curitiba (PR). Eles aguardam a liberação do corpo para definir o local do enterro.   (Colaborou Michelle Portela, especial para O Estado de S.Paulo)   Ampliado às 20h20

Tudo o que sabemos sobre:
acidenteManausAmazonashelicóptero

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.