Heliporto de Maresias será vistoriado

A polícia de São Sebastião irá investigar a situação do heliporto da praia de Maresias, em São Sebastião, no litoral norte do Estado. Segundo o delegado titular do 1º Distrito Policial, Odair Bruzos, há informações de que o heliporto não oferece condições para pousos noturnos. Por isso, o delegado solicitou ao Departamento de Aviação Civil (DAC) todas as informações a respeito do local. "Temos de investigar todos os caminhos que envolvem o acidente", disse Bruzos.Nesta quinta-feira estavam sendo preparadas as cartas de intimação que serão enviadas às testemunhas que residem fora do município de São Sebastião, entre elas o empresário João Paulo Diniz. De acordo com o delegado, será investigado se houve imperícia ou imprudência de alguma das pessoas envolvidas no acidente. "Se houve imprudência, negligência ou imperícia de alguém, essas pessoas poderão responder até por homicídio culposo (não intencional)", afirmou o delegado.Amanhã serão ouvidas outras pessoas que participaram da busca das vítimas do acidente de helicóptero ocorrido na sexta-feira passada, entre elas dois bombeiros que estiveram nas operações de resgate.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.